Blog

Cuidado com o Golpe do Falso Voucher de Páscoa
A- A A+

A empresa de segurança PSafe está alertando sobre um novo golpe do WhatsApp que tenta conseguir informações das vítimas e gerar visitas a uma página fraudulenta usando como isca um cupom de R$ 800 para a compra de chocolates. Segundo a empresa, 300 mil pessoas já receberam o link falso.

Como em outras fraudes no WhatsApp, a própria vítima é convidada a encaminhar o link da fraude para seus contatos antes de receber o que foi prometido -- nesse caso, o voucher. Para dar um ar de legitimidade ao golpe, o site ainda faz "perguntas" para a vítima, como "que país festeja a Páscoa com as pessoas fazendo guerra de ovos?". 

Confira outras dicas de segurança em nosso artigo

Durante a interação com o golpe, a vítima também pode acabar autorizando o recebimento de notificações no navegador do celular. Essas notificações aparecerão como notificações normais no próprio celular, em nome do navegador, e podem levar a vítima para novas fraudes no futuro.

Segundo a PSafe, uma versão da mesma fraude também está presente no Facebook, onde os criminosos criam páginas falsas de varejistas para divulgar promoções fantasiosas.

A Starweb recomenda que nenhuma "promoção" recebida no WhatsApp seja encaminhada aos contatos. Além disso, nenhum dado pessoal -- inclusive informações básicas como nome e data de nascimento -- deve ser informado em páginas recebidas em links no WhatsApp recebidos de forma inesperada. Como esses golpes são encaminhados pelas vítimas aos seus contatos, é preciso ter cuidado também com links recebidos de amigos.

Fonte: G1